Ultimas Notícias
Animação baseada em Star Fox (abril 22, 2016 5:39 pm)
Trailer de Dragon Ball Fusions (abril 18, 2016 2:12 pm)
Novo trailer de Dark Souls 3 (abril 14, 2016 4:36 pm)
Dois novos comerciais de Star Fox Zero (abril 13, 2016 2:49 pm)

Fallout 4 – PC

23 de fevereiro de 2016
731 Visualizações

Anunciado durante a E3 2015, Fallout 4 é o quinto game da série principal de Fallout. O anúncio causou grande alvoroço dentro da comunidade e todos ficaram extremamente empolgados com o lançamento de um jogo que até então não havia sido mencionado ou aparecido em nenhum lugar. O anúncio do game foi uma surpresa para todos durante o evento, então o jogo foi lançado e muita gente viu que algumas coisas prometidas e mencionadas estavam faltando, como também alguns elementos dos jogos anteriores, mas isso não diminui a qualidade do jogo, em parte.

Fallout 4 não foi o Game Of The Year de 2015, o que muitos antes de seu lançamento esperavam que fosse (GOTY para The Witcher 3), mas o jogo continua tão bom quanto e você pode conferir abaixo a análise da Unidos Pelos Games:

História

Na história de Fallout 4, assumimos o papel de um personagem pré-guerra e isso foi uma grande sacada do jogo, anteriormente na série nós tínhamos apenas personagens que ou eram moradores de vault, ou habitantes da Wasteland. Ter um novo personagem que vem de um momento na história antes das bombas caírem é algo significativo na série, o personagem recebeu o nome de Sole Survivor e sua trama gira em torno de seu filho que foi raptado dentro da Vault 111.

div2

Você abandona a Vault 111 e enfrenta a Wasteland para descobrir pistas que te levem a encontrar seu filho e qual é o seu atual paradeiro. Porém, nem tudo são flores na vida de Fallout 4, Todd Howard no anúncio do game durante a E3 2015 disse que Fallout 4 possuía mais de 400 horas de conteúdo, mas não foi bem isso que os jogadores observaram após algumas horas de jogo.

O game possuí diversas missões repetitivas como por exemplo a famosa “Another Settlement needs our help!” que virou até piada na comunidade. A trama principal de nosso protagonista passa quase que nas sombras dentro de tantas coisas para se fazer na comunidade, afinal, cuidar da defesa de um assentamento, plantar milho e explorar o mundo é muito mais importante do que encontrar seu filho raptado.

div1

Por outro lado, o jogo também possuí diversas missões muito bem elaboradas que se desenrolam conforme o jogador avança na trama ou descobre por meio de Side Quest.

Trilha Sonora

Como todos os jogos da série, Fallout 4 também não deixa a desejar nesse ponto. Com uma trilha sonora bem posicionada, o jogo faz com que o jogador tenha uma imersão fantástica sobre o que se passa em sua volta apenas com a alteração da música ambiente, tudo isso sem falar no poderio das rádios.

Sabemos que alguns preferem as rádios do Fallout 3 e New Vegas, mas Fallout 4 ganha destaque com sua rádio de Diamond City que é formada por diversas músicas de Fallout 3, mais algumas novidades. O locutor dessa nova rádio se chama Travis, um garoto meio sem jeito com palavras, medroso e covarde, que pode ficar diferente no decorrer das ações do jogador. Para ouvir a rádio você pode ligar e desligar a hora que quiser através do seu pip-boy, curtindo musicas de época que irão “ilustrar” ainda mais seu jogo.

Gráficos

O jogo foi bastante criticado pela comunidade nesse ponto, pois a engine do jogo (Bethesda’s Creation Engine) já se categoriza “ultrapassada” perto dos jogos mais recentes. A engine foi a mesma que concebeu The Elder Scrolls V: Skyrim em 2011, então o grande impasse nesse quesito foi o game não possuir elementos gráficos ou texturas que se assemelhem a um jogo da nova geração, estando ele ultrapassado em relação aos jogos de seu tempo.

Fallout 4 possuí sua beleza, que mesmo para um jogo desenvolvido ainda na antiga geração apresenta belos gráficos naquilo que propõe. Para a versão PC existem já alguns Mods criados pela comunidade que melhoram a qualidade das texturas e dão um retoque a mais ao jogo.

div3

Jogabilidade

Aqui chegamos no ponto mais importante da análise, visto que esse foi o tópico que mais sofreu mudanças se compararmos aos outros jogos da série. Podemos falar de diversas mudanças, como por exemplo, a Power Armor (Armadura Potente) que deixou de ser considerada uma roupa e passou a ser uma espécie de veículo, a retirada das condições de armas e armaduras, o novo sistema de craft de criação de itens e assentamentos ou a retirada das habilidades na constituição do personagem, mas aqui nos atentaremos apenas para as mudanças que mais influenciaram o jogo.

Logo de cara, o jogador que está acostumado com a série Fallout, irá reparar que Fallout 4 não possuí sistema de karma. Isso influencia diretamente na jogabilidade, visto que não haverá ações ou diálogos decorrentes de sua reputação pessoal no jogo. Os NPCs não reagem a suas atitudes ou escolhas. No sistema dos jogos anteriores suas escolhas e ações resultavam em um posicionamento no Karma, podendo ele ser Bom, Neutro ou Ruim e os NPCs reagiam a esse posicionamento.

Se você tivesse sua reputação pessoal como Karma Ruim, as pessoas poderiam ser grossas com você ou mesmo já chegarem atirando, isso não ocorre em Fallout 4 devido a retirada desse Sistema de Karma. Ainda falando sobre reputação, outro sistema retirado foi o sistema de reputação com as facções. Suas ações poderiam fazer com que a facção X ou Y virassem suas inimigas caso você causasse uma má impressão para elas, isso também foi retirado da jogabilidade desse novo Fallout.

div4

Os diálogos foram uma das características que mais sofreram alterações. Nas opções de fala dos jogos anteriores, o diálogo era algo extremamente complexo, você possuía opções de fala que levavam em conta sua reputação, seu karma, suas habilidades, seus atributos e também opções que levavam em conta o contexto de outras missões que você já realizou. Em Fallout 4, todas essas opções de diálogo foram resumidas em apenas quatro opções: Sim, Não, Uma resposta Sarcástica ou uma Pergunta, porém a opção de sarcasmo e a pergunta acaba levando para a opção do Sim, logo nosso novo sistema de diálogo é resumido em Sim, Não, Sarcástico Sim e Sim.

Uma coisa muito bacana que foi adicionada no diálogo de Fallout 4 foi a interação do personagem com as opções escolhidas, apesar das opções de diálogo serem pobres, é muito legal poder ouvir o seu personagem falar a sua escolha, ainda mais reagir com gestos e impressões. Imagine essa mesma característica da interação do personagem, você podendo modificar tonalidade da voz para fazer com que seu personagem tenha a voz que queira e ainda com a riqueza dos diálogos dos jogos anteriores. Seria fantástico, não?

O combate foi algo que também mudou bastante. O novo sistema leva muito mais em conta as habilidades do jogador, do que as habilidades do personagem. Nos jogos anteriores para você ser bom com determinadas armas e conseguir realizar disparos perfeitos, você precisaria das habilidades e dos atributos, no Fallout 4 isso depende muito mais da sua forma de controlar a arma. A jogabilidade se assemelha muito a jogos FPS como Battlefield ou Call of Duty, o que faz com que você tenha maior controle sobre onde quer atirar, como quer atirar e com que arma quer atirar.

Os perks e atributos no Fallout 4 influenciam apenas na quantidade de dano de suas armas e na precisão do disparo em modo V.A.T.S., isso fez com que a jogabilidade no ponto de combate se tornasse muito mais fluída e dinâmica para o jogador. Vale lembrar também as mudanças no loot e o inventário que ficou muito simplificado e dinâmico na hora de pegar equipamentos e saquear locações.

div3

Para conferir grande parte do que foi dito nessa análise você pode conferir o nosso UPlayG Especial de Fallout 4, se curtir o vídeo não se esqueça de se inscrever no canal =)

Concluindo

Fallout 4 é um ótimo jogo, o melhor shooter da série Fallout, porém passando longe do melhor RPG. A retirada dos elementos que eram marcas registradas dos jogos da série, fez com que esse Fallout se tornasse um jogo muito simplificado e raso em alguns pontos. Essas mudanças tem seus pontos positivos, pois o mesmo aconteceu com outros jogos da Bethesda, como The Elder Scrolls IV: Oblivion que possuía diversos elementos que foram simplificados em seu sucessor, Skyrim. Isso não torna o jogo ruim, apenas muda o ângulo de visão que você deve encará-lo.

Fallout 4 está aí com ótimas quests para se resolver, algumas sidequests memoráveis e a riqueza (e os bugs também) que qualquer jogo da Bethesda possuí.

Anunciado durante a E3 2015, Fallout 4 é o quinto game da série principal de Fallout. O anúncio causou grande alvoroço dentro da comunidade e todos ficaram extremamente empolgados com o lançamento de um jogo que até então não havia sido mencionado ou aparecido em nenhum lugar. O anúncio do game foi uma surpresa para todos durante o evento, então o jogo foi lançado e muita gente viu que algumas coisas prometidas e mencionadas estavam faltando, como também alguns elementos dos jogos anteriores, mas isso não diminui a qualidade do jogo, em parte. Fallout 4 não foi o Game Of The Year de 2015, o que muitos antes de seu lançamento esperavam que fosse (GOTY para The Witcher 3), mas o jogo continua tão bom quanto e você pode conferir abaixo a análise da Unidos Pelos Games: História Na história de Fallout 4, assumimos o papel de um personagem pré-guerra e isso foi uma grande sacada do jogo, anteriormente na série nós tínhamos apenas personagens que ou eram moradores de vault, ou habitantes da Wasteland. Ter um novo personagem que vem de um momento na história antes das bombas caírem é algo significativo na série, o personagem recebeu o nome de Sole Survivor e sua trama gira em torno de seu filho que foi raptado dentro da Vault 111. Você abandona a Vault 111 e enfrenta a Wasteland para descobrir pistas que te levem a encontrar seu filho e qual é o seu atual paradeiro. Porém, nem tudo são flores na vida de Fallout 4, Todd Howard no anúncio do game durante a E3 2015 disse que Fallout 4 possuía mais de 400 horas de conteúdo, mas não foi bem isso que os jogadores observaram após algumas horas de jogo. O game possuí diversas missões repetitivas como por exemplo a famosa "Another Settlement needs our help!" que virou até piada na comunidade. A trama principal de nosso protagonista passa quase que nas sombras dentro de tantas coisas para se fazer na comunidade, afinal, cuidar da defesa de um assentamento, plantar milho e explorar o mundo é muito mais importante do que encontrar seu filho raptado. Por outro lado, o jogo também possuí diversas missões muito bem elaboradas que se desenrolam conforme o jogador avança na trama ou descobre por meio de Side Quest. Trilha Sonora Como todos os jogos da série, Fallout 4 também não deixa a desejar nesse ponto. Com uma trilha sonora bem posicionada, o jogo faz com que o jogador tenha uma imersão fantástica sobre o que se passa em sua volta apenas com a alteração da música ambiente, tudo isso sem falar no poderio das rádios. https://www.youtube.com/watch?v=flOKKJfXRQM Sabemos que alguns preferem as rádios do Fallout 3 e New Vegas, mas Fallout 4 ganha destaque com sua rádio de Diamond City que é formada por diversas músicas de Fallout 3, mais algumas novidades. O locutor dessa nova rádio se chama Travis, um garoto meio sem jeito com palavras, medroso e covarde, que pode ficar diferente no decorrer das ações do jogador. Para ouvir…

8.4

Nota Final

Considerações Finais

Nossas considerações finais sobre o jogo Fallout 4.

História

5.5

Trilha Sonora

10

Gráficos

9

Jogabilidade

8

Diversão

9.5

User Rating : 4.95 ( 2 votes)
8

Compartilhar
Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Google Plus
Share On Linkedin
Share On Pinterest
Share On Reddit

Seu portal de notícias, reviews, gameplays e diversão!

  • Brilhante análise pessoal. Ainda estou a caminho de terminar o Fallout 4, mais de 130 horas de jogo :$,e concordo plenamente com a conclusão de vocês: Fallout 4 deve ser encarado de forma um pouco diferente dos anteriores. Apesar de fazer falta os elementos RPG que estavamos acostumados, essas mudanças deixaram o jogo mais prático e dinâmico, o que por si só não é ruim.

Mostrar opções
Esconder opções